A falta de resultados imediatos

A falta de resultados imediatos

O que é mais importante: algo que funciona logo de cara ou um com uma perspectiva maior de futuro? A resposta é depende. Depende do que vc quer.

Costumo dizer que não há problema nenhum em ideias e empresas com um simples propósito de ganhar dinheiro rápido. É da nova geração querer sempre ter algo a mais por trás disso, um plus para o mundo. Então quando uma empresa trabalha somente para si própria e gerar lucros é vista pejorativamente. Mas não devia. Se ela quer assim, bom para ela.

Agora. Se vc desejar ir além disso, pode ser que o resultado imediato não apareça. E não há problema nenhum nisso.

Será que o nome de John Pemberton e Asa Griggs Candler é familiar? Talvez não muito. Mas o que eles criaram com certeza. No ranking de 2016 das 50 marcas mais valiosas do mundo, a empresa fundada pelo trabalho deles estava em 4º lugar. Mesmo a imagem abaixo ou esse parágrafo inteiro sem citar o nome dela já conseguem "dizer" qual é.

A Coca-Cola, cuja somente a marca vale US$ 58,5 bilhões, já foi "Pemberton's French Wine Coca" - um total fracasso de 1884 a 1886. Mas Pemberton não desistiu.Continuou a trabalhar na - até hoje misteriosa - fórmula e lançou a bebida mais vendida em inúmeros países do mundo em 1887. E no primeiro ano já com o nome atual, vendeu incríveis 25 galões. Só isso? Só isso!

O então criador vendeu a fórmula para Frank Robinson (quem?!) por 1.750 dólares que revendeu para Asa Griggs Candler, por míseros 2.300 dólares. A diferença é que Candler acreditava. Acreditava no produto e no potencial que a Coca-Cola tinha. E investiu seu tempo e ideias na empresa que depois de alguns anos já se internacionalizava. Será que compensou?

Acreditar sem ver.

Perseverar sem ter.

Continuar sem ser.

Ou como Samuel Johnson bem disse.

Não é a força, mas a perseverança que realiza grandes coisas.

Keep believing.